Voltar

Números da Educação no Brasil (2001)

Números da Educação no Brasil (2001) (Versão 1.2)

Miniatura Uploads feitos por Test, 02/12/07 15:44
Os dados apresentam-se desagregados por região, por unidade da Federação e por nível de ensino, de acordo com as variáveis: produtividade, rendimento e transição de fluxo escolar, a taxa de analfabetismo na faixa etária de 15 anos ou mais por grupos de idade, taxas de escolarização e de atendimento por nível de ensino, a taxa de distorção idade/série e idade mediana segundo o nível ensino, e gasto público em educação.
Publicação: Institucionais Institucionais » Estatísticas e Indicadores Educacionais
1 de 62

Versão 1.2

Última atualização por Lilian DOS SANTOS LOPES
24/05/16 17:18
Estado: Aprovado
Os dados apresentam-se desagregados por região, por unidade da Federação e por nível de ensino, de acordo com as variáveis: produtividade, rendimento e transição de fluxo escolar, a taxa de analfabetismo na faixa etária de 15 anos ou mais por grupos de idade, taxas de escolarização e de atendimento por nível de ensino, a taxa de distorção idade/série e idade mediana segundo o nível ensino, e gasto público em educação.
Baixar (446k) Get
Histórico da versão
Versão Data Tamanho  
1.2 4 Anos atrás 446k
1.1 4 Anos atrás 43k
1.0 4 Anos atrás 43k

Publicações mais Recentes

Plano Nacional de Educação - Sul ›

O processo de elaboração do Plano Nacional de Educação (PNE), ora iniciado, oferece uma grande oportunidade de mobilizar todos os agentes do Poder Público e os diversos segmentos sociais em torno ...

Plano Nacional de Educação - Sudeste ›

O processo de elaboração do Plano Nacional de Educação (PNE), ora iniciado, oferece uma grande oportunidade de mobilizar todos os agentes do Poder Público e os diversos segmentos sociais em torno ...

Plano Nacional de Educação - Roteiro ›

O presente documento constitui a agenda proposta pelo Ministério da Educação e do Desporto para orientar o debate sobre o Plano Nacional de Educação (PNE). É resultado de um esforço inicial para mapear temas e suscitar questões que devem ser contempladas pelo plano decenal. Trata-se, portanto, de um roteiro básico que pretende provocar e estimular a participação dos diferentes setores da área educacional.