Observatório 25 de Julho de 2008

Projetos de pós-graduação em educação terão investimento de 5,5 milhões

Observatório da Educação

Um total de 5,5 milhões de reais serão investidos anualmente, por quatro anos, em projetos de pesquisa em educação vinculados a cursos e programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado). O Observatório da Educação, parceria da Capes (Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) lançou seu segundo edital nessa quinta-feira, 24, pelo qual convoca pesquisadores e acadêmicos a apresentarem suas propostas. Este edital conta também com apoio da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação (Secad).

O foco do edital são as questões relacionadas à docência e à formação dos profissionais da educação básica. Serão financiados até 20 projetos cujos participantes sejam de núcleos locais compostos por, pelo menos, um programa de pós-graduação stricto sensu de uma Instituição de Ensino Superior (IES), um docente orientador, um estudante de doutorado e dois estudantes de mestrado (para programas que oferecem os cursos de mestrado e doutorado) ou três de mestrado (para programas só de mestrado) e até seis estudantes de graduação; e de núcleos em rede, compostos por pelo menos três programas de pós-graduação stricto sensu de IES distintas, sendo uma delas a IES sede, três docente orientadores, nove estudantes de doutorado ou pós-doutorado ou mestrado e até 18 estudantes de graduação.

Os interessados têm até as 23h59min do dia 8 de setembro, impreterivelmente, para enviar suas propostas exclusivamente para o endereço observatorio@capes.gov.br. Elas devem ser encaminhadas pelo coordenador do núcleo local ou pelo coordenador do núcleo em rede e pelo pró-reitor de pesquisa ou de pós-graduação da IES sede.

Os projetos deverão se enquadrar nos seguintes eixos temáticos: educação básica, educação superior, educação profissional e tecnológica, educação continuada, educação de jovens e adultos, educação especial, educação no campo, educação quilombola, educação integral ou educação a distância.

O Observatório da Educação é uma iniciativa para promover o desenvolvimento de estudos e pesquisas educacionais, com a finalidade de estimular a produção acadêmica. O edital visa também à disseminação das informações dos bancos de dados do Inep. Foi criado em junho de 2006, quando foi lançado o primeiro edital, que selecionou 28 propostas cujas pesquisas estão em andamento.

Assessoria de Imprensa do Inep