Ações internacionais 22 de Novembro de 2019

Presidente do Inep discursa em encerramento de conferência em Lisboa

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, representou o Brasil no encerramento da Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola (CILPE 2019), em Lisboa, Portugal. O evento, promovido pela Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), foi realizado na Fundação Calouste Gulbenkian nestes dias 21 e 22 de novembro.

Ao lado do secretário-geral da OEI, Mariano Jabonero, e do ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, Alexandre Lopes explanou sobre as iniciativas do Inep na área internacional, como a parceria com as instituições de ensino superior portuguesas que adotam as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de acesso. “Nós já temos 47 acordos firmados, cinco deles concretizados nesta semana, aqui em Lisboa, e 20% do total deles firmados somente em 2019”, celebrou. As tratativas para a mesma iniciativa também já foram iniciadas com a embaixada da Espanha no Brasil para estender a parceria. “Nosso objetivo é facilitar o acesso dos alunos, que ao sair do ensino médio no Brasil possam ingressar em instituições de ensino superior espanholas”, explicou o presidente do Inep. Com isso, visamos facilitar ainda mais o intercâmbio, a comunicação, a mobilidade dos estudantes brasileiros.”

O diretor e chefe da representação da OEI no Brasil, Raphael Callou, disse que há uma perspectiva de promover projetos nas escolas das áreas de fronteira do Brasil com os países de língua espanhola. A OEI visa fomentar as experiências do bilinguismo, da interculturalidade e da intercompreensão linguística.

CILPE2019 – A Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola foi idealizada por meio do Programa Ibero-americano de Difusão da Língua Portuguesa (PIADLP), que faz parte dos eixos prioritários do Programa Plurianual 2019-2020 da OEI, aprovado pelos ministros e ministras de Educação dos países ibero-americanos, em 2018. A região concentra cerca de 800 milhões de falantes das duas línguas.

Também participaram do evento o secretário-executivo da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), Francisco Ribeiro Telles; o presidente do Instituto Camões, Luís Faro Ramos; o diretor do Instituto Cervantes, Luis Garcia Montero; e o diretor do Instituto Internacional de Língua Portuguesa, Incaña Intumbo.

Missão Portugal – A participação do Inep na CILPE2019 integrou a série de compromissos assumidos e concretizados pelo presidente Alexandre Lopes ao longo desta semana em Lisboa, capital portuguesa. A agenda incluiu a assinatura de cinco novos convênios com instituições de educação superior portuguesas que passarão a adotar as notas do Enem para ingresso de estudantes brasileiros. Com estes, o número de acordos interinstitucionais chega a 47, firmados desde 2014.

Em encontro com representantes do Ministério da Educação de Portugal, Alexandre Lopes apresentou detalhes a respeito das avaliações e dos exames aplicados pelo Inep, como o Enem. O presidente também se reuniu com gestores de organizações elaboradoras e aplicadoras de avaliações em Portugal, como a International Association for the Evaluation of Educational Achievement (IEA), responsável pelo Progress in International Reading Literacy Study (PIRLS), avaliação de leitura que será aplicada pela primeira vez, no Brasil; e a Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES).

A missão em Portugal permitiu o intercâmbio de ideias e conhecimentos, e o estreitamento de relações com representantes da Universidade Autônoma de Lisboa (UAL), da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), da Universidade Lusófona e do Instituto de Avaliação Educativa (IAVE) de Portugal.