Laboratório 16 de Dezembro de 2008

Premiados dez municípios com boas experiências educacionais

Ocorreu nesta quarta-feira, 17, em Brasília, a cerimônia de premiação das dez melhores experiências educacionais de 2008, vencedoras da segunda edição do Prêmio Inovação em Gestão Educacional. O prêmio é uma iniciativa do Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Básica (SEB), e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e com a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

Os projetos vencedores foram desenvolvidos pelos municípios de Novo Hamburgo (RS), Passo Fundo (RS), Pompéia (SP), Santos (SP), Sobral (CE), Itaiçaba (CE), Petrolina (PE), São Pedro dos Crentes (MA), Dourados (MS) e Castanhal (PA). A partir de 2009, cada um receberá a quantia de R$ 100 mil para ser empregada no desenvolvimento, ampliação e avaliação das iniciativas premiadas. A solenidade de premiação ocorreu durante o primeiro dia de realização do II Seminário de Experiências Inovadoras em Gestão Educacional, que vai até o dia 18, na capital federal.

O presidente do Inep, Reynaldo Fernandes, destacou a qualidade das experiências e elogiou o trabalho da comissão julgadora. "Dado o expressivo número de experiências participantes desta segunda edição do Prêmio Inovação, 240 no total, temos que ressaltar o trabalho de quem teve a incumbência de escolher as 10 melhores".

Fernandes destacou, ainda, a participação dos municípios no sistema descentralizado de educação adotado no País. Segundo ele, neste sistema, os municípios realizam as suas próprias experiências e colhem os resultados destes projetos. "Mas, para que o sistema funcione bem, dois elementos são decisivos: em primeiro lugar, a avaliação, e, em seguida, a divulgação destas experiências para que outros municípios possam conhecer e adaptar as experiências às suas realidades".

A secretária da educação básica do MEC, Maria do Pilar Lacerda, também ressaltou a necessidade de dar-se visibilidade às experiências vencedoras "para que os demais municípios brasileiros possam saber o que o que o Brasil faz de bom na educação básica".

Após os pronunciamentos, os dirigentes municipais assistiram a um vídeo de apresentação das 35 experiências finalistas do Prêmio Inovação, incluindo as dez vendedoras. Em seguida, os representantes dos projetos premiados foram agraciados com uma placa comemorativa ao prêmio.

O Prêmio Inovação em Gestão Educacional é realizado a cada dois anos e tem como objetivo divulgar as experiências que ajudam a atingir as metas do Plano Nacional de Educação (PNE) e do Compromisso Todos pela Educação. Os trabalhos premiados passam a integrar o Banco de Experiências do Laboratório de Experiências Inovadoras em Gestão Educacional. As experiências cadastradas podem ser acessadas pelo site http://laboratorio.inep.gov.br/.

O MEC acredita que essas iniciativas servem de inspiração para dirigentes educacionais na elaboração de políticas de gerenciamento de sistemas e tem por objetivo elevar a qualidade da educação básica.

Assessoria de Imprensa do Inep