Censo Escolar 03 de Março de 1999

Inep prepara mobilização para o Censo Escolar 99

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) já está mobilizando diretores e responsáveis por escolas públicas e privadas de educação básica de todo o País para a realização do Censo Escolar 99.

O levantamento terá início no dia 31 de março, Dia Nacional do Censo. Os questionários do Censo já foram distribuídos para as escolas, com apoio das secretarias estaduais e municipais de educação.

Para este ano foram feitas algumas alterações no questionário do Censo Escolar. A informação sobre o número de alunos matriculados continuará sendo coletada por séries. Mas as escolas que implantaram ciclos deverão declarar a matrícula estabelecendo a equivalência por série.

O Censo vai apurar o número de escolas que já adotaram novas formas de organização do ensino. Serão coletadas informações sobre as classes de aceleração de aprendizagem, a exemplo do que já foi feito em 98, incluindo agora a apuração dos resultados dos programas de correção da distorção idade-série.

O questionário deve ser preenchido pelo diretor da escola ou responsável e devolvido para as Secretarias Estaduais de Educação até o dia 30 de abril. A escola que não receber o questionário até o dia 7 de abril deve procurar a Secretaria de Educação de seu Estado.

Para implementar essas mudanças, o Inep promoveu um seminário nacional, no mês de novembro de 98, com a participação dos coordenadores de estatística das Secretarias Estaduais de Educação, para discutir os procedimentos e o instrumento de coleta de dados do Censo Escolar. Há, portanto, uma preocupação permanente em adequar o questionário às necessidades dos sistemas de ensino.

Este entrosamento com as Secretarias Estaduais de Educação, de acordo com João Batista Gomes Neto, coordenador da diretoria de informações estatísticas do Inep, permitiu que, a partir de 97, os resultados do Censo Escolar passassem a ser divulgados no mesmo ano da coleta dos dados. O feito destaca o País no cenário internacional, obtendo reconhecimento de organismos internacionais, como a Unesco e o Banco Mundial, que apontam o Brasil como referência nesta área.

Para que serve o Censo Escolar?

Segundo a presidente do Inep, Maria Helena Guimarães de Castro, a realização do Censo Escolar anual permite que o País tenha informações atualizadas sobre seu sistema educacional e fornece elementos concretos para embasar a proposição de novos programas, projetos e ações do governo federal, dos estados e dos municípios, destinados à expansão e melhoria do ensino brasileiro.

"Foi a eficiência das informações fornecidas pelo Censo Escolar que tornou possível a implantação do Fundef, pois é mediante este levantamento anual que se obtém o dado sobre matrícula que determina o coeficiente para a redistribuição de recursos", explica Maria Helena.

"Com o avanço obtido na área da produção de estatísticas educacionais foi possível, ainda, eliminar desperdícios e dar transparência aos programas Livro Didático e Merenda Escolar e lançar outros, como o Dinheiro na Escola. Todos esses programas são executados pelo Ministério da Educação", complementa a presidente do Inep.

Assessoria de Comunicação do Inep