Ações internacionais 23 de Outubro de 2019

Inep participa de seminário preparatório do PIRLS na Alemanha para aplicação em 2020

Acontece, entre os dias 22 e 25 de outubro, na cidade de Hamburgo, Alemanha, o seminário para as instituições responsáveis pela aplicação do estudo internacional Progress in International Reading Literacy Study (PIRLS). O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) representa o Brasil na reunião porque é o responsável pela realização da avaliação no país.

O PIRLS, que avalia capacidades de leitura e compreensão de textos de alunos do 4º ano do ensino fundamental, é considerado o principal exame internacional focado em leitura. No primeiro semestre de 2020, será realizado o pré-teste, com aplicação das provas e questionários para cerca de 1.500 estudantes de 40 escolas públicas e privadas.

Durante o seminário, serão definidos os parâmetros para conduzir a amostra do pré-teste e da aplicação principal do PIRLS 2021. O Inep fará as adaptações nacionais dos dicionários de dados e dos questionários on-line necessários para gerenciar a coleta de informações.

PIRLS – O estudo é realizado, a cada cinco anos, pela International Association for the Evaluation of Educational Achievement (IEA), cooperativa internacional de instituições nacionais de pesquisa, acadêmicos e analistas que trabalham para avaliar, entender e melhorar a educação em todo o mundo. O Brasil faz parte da IEA, mas não estava entre os países que aplicam o PIRLS.

A inclusão do Brasil entre os países que aplicam a avaliação segue as diretrizes da Política Nacional de Alfabetização (PNA), que o insere no rol de países que fundamentam suas políticas educacionais de alfabetização nas mais atuais evidências científicas.

Com o PIRLS, o Inep reforça sua participação em avaliações e estudos internacionais. A aplicação da avaliação, em larga escala e de forma amostral, está agendada para outubro de 2020. Atualmente, o instituto já participa de outras iniciativas de educação comparada, como o Programme for International Student Assessment (Pisa); a Teaching and Learning International Survey (Talis), da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE); e os Estudos Regionais Comparativos e Explicativos (Erce), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).