Institucional 24 de Dezembro de 2019

Inep deseja sucesso em 2020

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) encerra o ano de 2019 com um balanço positivo das suas atividades. Os exames e as avaliações foram aplicados pelo instituto para mais de 15 milhões de pessoas, garantidas todas as questões de sigilo e de segurança para que não houvesse nenhum tipo de intercorrência logística grave ou quebra de isonomia aos participantes. Foram mais de 48 milhões de matrículas coletadas na educação básica e mais de 8 milhões na educação superior, além de mais de 50 artigos publicados em nossa linha editorial, incluindo textos para discussão, coletâneas e periódicos.

Sem dúvidas, um ano de grandes conquistas. “Fizemos um Enem exemplar, elogiado por todos. Criamos o Sistema Educacional Brasileiro, para cadastrar docentes e estudantes que quiserem emitir a ID Estudantil. Conseguimos entregar também o Enade, Encceja, fazer os Censos, publicar nossos estudos, em especial, tivemos os 75 anos da Rbep, nossa revista”, ressalta o presidente da autarquia, Alexandre Lopes. “Para nós, do Inep, foi uma alegria poder cumprir a nossa missão e entregar todos os nossos trabalhos com profissionalismo. A equipe do Inep segue empenhada para os desafios do próximo ano, sempre em busca de aprimoramento e atenta às demandas da sociedade brasileira”, complementa.

E preparem-se, pois o Inep trabalha para trazer novidades ainda maiores para a aplicação de exames e avaliações a partir de 2020, e com um grande objetivo pela frente: implementar o Enem Digital. Serão 50 mil participantes em 15 estados na aplicação piloto em 2020, iniciando um processo que finaliza em 2026, com a aplicação 100% digital. Em paralelo, serão aplicados o Enem tradicional e a reaplicação do Enem para aqueles que tenham algum problema logístico.

É nesse ritmo de novidade e desafios que o Inep deseja um novo ano com muito mais sucesso e trabalho. Que sigamos, juntos, no esforço de construir iniciativas que contribuam para que o país se desenvolva e possa ter uma educação em crescimento e compatível com as necessidades de um país como o Brasil.

Confira as notícias no portal do Inep