Saeb 08 de Novembro de 2017

Inep concluirá aplicação do Saeb 2017 nesta sexta-feira

Mais de 7,6 milhões de estudantes participaram do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017. Os testes e questionários foram aplicados com tranquilidade em 262.198 turmas, de 80.462 escolas, em 5.570 municípios brasileiros, entre 23 de outubro e 3 de novembro. A aplicação, entretanto, precisou ser prorrogada, por uma semana, em função de algumas intercorrências. Em seis escolas – uma no Piauí, Sergipe e Tocantins, e três no Rio de Janeiro – a Prova Brasil está sendo aplicada esta semana, com previsão de encerramento na sexta-feira, 10. Entre os motivos para essa mudança estão: chuva forte, escolas em férias e greve, e conflitos na comunidade.

Esta é a maior edição do Saeb. Pela primeira vez, os testes e os questionários foram aplicados para todos os alunos do último ano do Ensino Médio das escolas públicas, e para aqueles de escolas privadas que aderiram à avaliação. A ampliação do público avaliado, associada ao encerramento da divulgação do Enem por Escola, permitirão uma avaliação mais ajustada e o cálculo do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de todas as escolas participantes. A participação das escolas privadas por adesão foi atrelada ao pagamento de uma taxa proporcional ao número de alunos matriculados no último ano do Ensino Médio.

Foram avaliadas as escolas públicas com dez ou mais alunos matriculados em turmas regulares do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental, e da 3ª ou 4ª série do Ensino Médio, quando esta última for a série de Conclusão do Ensino. Os instrumentos também foram aplicados para os alunos da 3ª ou 4ª série do Ensino Médio de escolas particulares que aderiram ao Saeb 2017. E foi mantida a avaliação de uma amostra de escolas privadas com pelo menos dez alunos matriculados em turmas regulares do 5º e 9º anos do Ensino Fundamental e da 3ª ou 4ª série do Ensino Médio. A manutenção dessa amostra visa preservar a série histórica do sistema de avaliação e permitir resultados comparáveis por estado.

Não foram avaliadas turmas multisseriadas, de correção de fluxo, de Educação Especial Exclusiva, de Educação de Jovens e Adultos, de Ensino Médio Normal/Magistério e as escolas indígenas que não ensinam a Língua Portuguesa.

O Saeb 2017 foi composto por testes de Língua Portuguesa e Matemática. Os instrumentos incluíram, ainda, Questionários do Aluno, do Diretor, do Professor e da Escola. É esse olhar para fatores associados ao desempenho dos alunos que faz do Saeb uma avaliação mais adequada para as instituições de educação básica brasileiras. Seus instrumentos permitem a avaliação do desempenho dos estudantes; e também das condições de trabalho dos professores e da estrutura da escola.

O Saeb 2017 foi está sendo aplicado pela Fundação Getúlio Vargas, Fundação Cesgranrio e Caed. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgará os resultados no segundo semestre de 2018.