Encceja 29 de Agosto de 2017

Encceja Nacional tem mais de 1,5 milhão de inscritos

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos para residentes no Brasil (Encceja Nacional) teve 1.573.862 inscritos para a edição de 2017. Desses, 301.583 farão provas para o Ensino Fundamental e 1.272.279, para o Ensino Médio. O exame será aplicado no dia 22 de outubro, em 564 municípios distribuídos em todas as Unidades da Federação.

O Encceja é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mas compete às Secretarias Estaduais de Educação e aos Institutos Federais de Educação Ciência e Tecnologia definirem os procedimentos complementares para certificar os participantes ou emitir a declaração parcial de proficiência, com base nos resultados do Exame.

Segundo a presidente da Autarquia, Maria Inês Fini, “as inscrições superaram as expectativas iniciais do Inep e do Ministério da Educação e confirmam o acerto da decisão de voltar a aplicar o Encceja para certificar os Ensinos Fundamental e Médio, no Brasil, a partir de 2017”.

Para fazer o Encceja é preciso ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do Exame, para quem busca a certificação do Ensino Fundamental; ou ter, no mínimo, 18 anos completos, para quem busca a certificação do Ensino Médio.

Durante o período de inscrição, o participante indicou quais provas deseja fazer. Essa opção existe porque algumas pessoas já têm alguma declaração parcial de proficiência, por terem participado de edições anteriores do Exame Nacional do Ensino Médio e do Encceja. O participante que, ao contrário, não tivesse nenhuma dessas declarações parciais deveria marcar todas as áreas de conhecimento, no ato da inscrição. Ou seja, quem participou do Enem entre 2009 a 2016 e do Encceja Exterior (2013, 2014, 2015, 2016) e não obteve a pontuação mínima para aprovação em alguma área do conhecimento podia realizar a inscrição no Exame para tentar aprovação na área de conhecimento desejada para obter a certificação. Caso o aproveitamento seja referente ao Ensino Fundamental, os resultados precisam ser do Encceja Nacional (2010 a 2014) e do Encceja Exterior (2013, 2014, 2015, 2016).

Atendimentos – O Encceja Nacional oferece atendimento especializado e específico, além de atendimento pelo nome social, para participante travesti ou transexual que quiser tratamento pela sua identidade de gênero. Os atendimentos especializados, específicos e os auxílios ou recursos de acessibilidade deveriam ser solicitados durante a inscrição e estão listados no edital e na Página do Participante. Já o atendimento pelo Nome Social poderia ser solicitado entre 21 e 25 de agosto, pelo Sistema de Inscrição.

PERFIL DOS INSCRITOS

Ensino Fundamental – Do total de 301.583 inscritos, a maioria deles (71.638) têm entre 31 a 40 anos. As mulheres são 152.290 e os homens, 149.293. Em relação à cor/raça: 132.263 se autodeclararam pardos; 117.592 brancos; 34.433 pretos; 4.994 amarelos; 2.114 indígenas; e 10.187 não declararam.

Ensino Médio – Dentre os 1.272.279 inscritos, a maioria (387.697) que desejam obter certificado do Ensino Médio têm entre 23 a 30 anos. As mulheres continuam sendo a maioria: 637.281. Os inscritos do sexo masculino são 634.998. Em relação à cor/raça: 556.132 se autodeclararam pardos; 494.138 brancos; 150.489 pretos; 24.465 amarelos; 7.657 indígenas; e 39.398 não declararam.

Inscritos por UF – São Paulo foi o estado com o maior número de inscritos que desejam obter certificado do Ensino Médio: 233.056. Minas Gerais vem em seguida, com 123.626. Outros estados que têm números significativos são: Paraná (119.963), Rio de Janeiro (117.024) e Rio Grande do Sul (105.747). Para o Ensino Fundamental, São Paulo segue novamente em frente, com 50.487 inscritos. Na sequência estão Rio Grande do Sul (33.642), Paraná (30.639), Minas Gerais (29.107) e Rio de Janeiro (19.942).

ESTRUTURA DO EXAME

As provas do Encceja obedecem requisitos básicos, estabelecidos pela legislação em vigor, para o Ensino Fundamental e Ensino Médio e são estruturadas a partir da Matriz de Competências e Habilidades. O Exame tem quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma proposta de redação.

As provas serão aplicadas no turno matutino, entre 8h e 12h, e vespertino, entre 14h30 e 19h30 (Horário Oficial de Brasília).

Ensino Fundamental – Para o Ensino Fundamental, no período da manhã, os participantes farão provas de Ciências, História e Geografia. No período da tarde serão de Língua Portuguesa, Inglês, Artes, Educação Física, Matemática e Redação.

Ensino Médio – Para o Ensino Médio, no período da manhã, os participantes farão provas de Física, Química e Biologia, História, Geografia, Sociologia e Filosofia. À tarde serão as disciplinas de Língua Portuguesa, Inglês ou espanhol, Educação Física, Artes, Matemática e Redação.

CARTÃO DE CONFIRMAÇÃO

Locais de Prova - O Cartão de Confirmação de Inscrição, contendo número de inscrição; data; hora; local de realização das provas; indicação do atendimento especializado e/ou específico (se for o caso) e a Secretaria Estadual de Educação ou o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia responsável pela certificação estará disponível no sistema de divulgação de local de prova, em data oportuna e também na Página do Participante. Segundo o edital do Encceja Nacional nº 43, de 24 de julho de 2017, é recomendado a todos que tenham em mãos o Cartão de Confirmação de Inscrição no dia de aplicação do exame.

CERTIFICADOS

Certificação e Declaração de proficiência – Para obter o certificado ou declaração de proficiência, o participante deve fazer, no mínimo, 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento, dos 200 pontos possíveis. No caso de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes e Educação Física, no Ensino Fundamental, e de Linguagens e Códigos e suas Tecnologias no Ensino Médio, para obter a certificação ou declaração de proficiência, é preciso obter, também, a proficiência em redação, sendo necessário ter nota igual ou superior a cinco pontos.  Na Redação a nota mínima é de cinco (5) pontos, numa escala que varia de zero a dez pontos.

As Secretarias Estaduais de Educação listadas no edital do Encceja utilizarão os resultados individuais para a certificação no nível de conclusão do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. Já os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia utilizarão os resultados individuais do Encceja somente para a certificação no nível de conclusão do Ensino Médio

Encceja Exterior - O exame tem 1.409 inscritos e será aplicado em 10 de setembro nos Estados Unidos (Boston, Nova Iorque e Miami); Bélgica (Bruxelas); Guiana Francesa (Caiena); Portugal (Lisboa); Suíça (Genebra); Espanha (Madri); Reino Unido (Londres); França (Paris), Holanda (Amsterdã) e Japão (Nagóia, Hamamatsu e Ota). É realizado pelo Inep em parceria com o Ministério das Relações Exteriores, e com as respectivas representações diplomáticas do Brasil nos locais de aplicação. Para o Ensino Fundamental, há 82 inscritas do sexo feminino e 73 inscritos do masculino. Já no Ensino Médio, são 685 do sexo feminino e 569 do masculino. Em relação à cor/raça do Ensino Fundamental: 70 se autodeclararam brancos; 31 pardos; 19 amarelos; 19 não declararam; 15 pretos e um indígena.

Em relação à cor/raça do Ensino Médio: 637 se autodeclararam brancos; 319 pardos; 141 amarelos; 89 não declararam; 60 pretos e nove indígenas.

Encceja Nacional PPL – O Encceja para adultos submetidos a penas privativas de liberdade e adolescentes sob medidas socioeducativas que incluam privação de liberdade no Brasil (Encceja Nacional PPL) têm edital, período de inscrição e data de aplicação específicos. Para participar do Encceja PPL, os órgãos de administração prisional e socioeducativa do país e as unidades prisionais e socioeducativas devem firmar termo de adesão, responsabilidade e compromissos pelo portal do Inep até 1º de setembro. As inscrições começaram no dia 28 de agosto e terminam às 23h59 (horário oficial de Brasília-DF) do dia 8 de setembro, via on-line. As provas do Encceja Nacional PPL serão realizadas em 24 e 25 de outubro, nas unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos órgãos competentes.

Encceja Exterior PPL - O Encceja Exterior PPL será aplicado entre 11 e 22 de setembro para 25 inscritos. Ao todo são 10 unidades prisionais que realizarão o exame.

Os dados foram anunciados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta terça-feira, 29, durante coletiva de imprensa no Ministério da Educação, em Brasília.

Acesse aqui a apresentação da coletiva