Censo Escolar 25 de Maio de 2011

Inep coleta dados de todas as escolas do Brasil

Começa hoje a coleta dos dados que compõem o Censo Escolar da Educação Básica de 2011. Esses dados servirão de base para todas as políticas do Ministério da Educação voltadas a essa etapa de ensino – como distribuição de livro didático, merenda escolar, transporte – além de serem determinantes para calcular os recursos a serem repassados a estados e municípios por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica – Fundeb.

Neste ano, os resultados do Censo terão uma função a mais: serão a base referencial para aplicação da Prova Brasil, que terá todo seu plano logístico bem como a impressão dos dados de identificação do aluno na capa da prova definidos pela relação de alunos e turmas de 4ª e 8ª série (para escolas cujo ensino fundamental é ainda de oito anos) e 5º e 9º ano (para escolas que já adotaram ensino fundamental de nove anos), devidamente informados ao Censo Escolar 2011. A Prova Brasil oferece resultados de cada escola participante, dos municípios, dos estados, das regiões e do Brasil e é usada para o cálculo do Ideb.

Estão sendo coletadas agora informações detalhadas sobre cada estudante, professor, turma e escola do país, pública ou privada. O Censo Escolar abrange todas as etapas (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) e todas as modalidades (regular, especial, educação de jovens e adultos) da educação básica.

A coleta é feita pela internet, por meio do sistema Educacenso, implantado em 2007, e o responsável pelas informações de cada escola tem menos trabalho a cada ano, pois o sistema recupera os dados dos anos anteriores e o informante pode apenas atualizá-los. O prazo para conclusão das informações vai até o dia 14 de agosto. As informações prestadas, no entanto, devem se referir à data de hoje, 25 de maio, Dia Nacional do Censo Escolar da Educação Básica.

O Censo Escolar é o mais completo levantamento estatístico sobre a Educação Básica do Brasil. Desde 1991, ele é realizado anualmente pelo Inep. Os dados coletados são utilizados como subsídios para o planejamento e definição das políticas educacionais desenvolvidas pelo Ministério da Educação, bem como para o repasse dos recursos destinados às escolas. As informações declaradas também são usadas na composição das médias do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), referência para as metas do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE).

Assessoria de Imprensa do Inep