Saeb 19 de Dezembro de 2006

A prova Brasil aponta os motivos para bom desempenho de escolas

O Ministério da Educação (MEC) e o Unicef lançaram, em dezembro de 2006, o estudo A prova Brasil (Clique aqui para fazer o download), realizado pelo Unicef em parceria com o Inep. O estudo analisou quais aspectos foram determinantes para que alunos de baixa renda - e que estudam e moram em regiões social e economicamente vulneráveis - conseguissem obter desempenho escolar acima da média na Prova Brasil em escolas com perfil semelhante. O evento reuniu o ministro da Educação, Fernando Haddad, a representante do Unicef no Brasil, Marie-Pierre Poirier, o presidente do Inep, Reynaldo Fernandes e o secretário da Educação Básica, Francisco das Chagas.

A primeira edição da Prova Brasil, feita em novembro de 2005, serviu de base para o estudo do Unicef. A Prova Brasil foi realizada em escolas públicas de 5.398 municípios de todas as unidades da Federação e avaliou 3.306.378 alunos de 4ª e 8ª série do ensino fundamental, a partir de provas de língua portuguesa (com foco em leitura) e matemática.

O Inep selecionou as escolas para a pesquisa qualitativa do Unicef. Para isso foram levados em conta perfis socioeconômicos similares, de baixa renda, das famílias e dos municípios onde moram e estudam os alunos avaliados. Crianças e adolescentes de 33 municípios espalhados por 14 estados e Distrito Federal foram avaliados, assim como as escolas e os demais agentes ligados à educação dos alunos - como diretores, funcionários, pais e membros de conselhos escolares.

Apesar das dificuldades enfrentadas, todas as 33 escolas avaliadas apostaram na força das relações humanas em torno de um projeto pedagógico, que permitiu o uso dos recursos públicos de maneira criativa e inovadora. Nessas escolas, todos os envolvidos na formação dos alunos participam e decidem juntos os rumos da gestão escolar e do ensino na sala de aula.

Três aspectos foram identificados pelos pesquisadores como fundamentais para explicar o protagonismo das escolas em meio a um cenário pouco provável de alto desempenho escolar - o papel do professor, a participação dos alunos e práticas pedagógicas que envolvem projetos ligados à realidade dos alunos. Todos os pesquisados destacaram como essencial a relação professor-aluno, principalmente quando o ato de ensinar e aprender é enriquecido com formas criativas.

Para saber mais sobre o A prova Brasil:

Assessoria de Imprensa do Inep: (61) 2104-8023 / 8037 / 9563