Censo Escolar 28 de Agosto de 2007

Prazo para preenchimento do Censo Escolar 2007 vai até 30 de setembro

Escolas terão até o dia 30 de setembro para prestar informações sobre seus alunos, professores e turmas

O Censo da Educação Básica poderá ser respondido até o dia 30 de setembro. O prazo para conclusão, anteriormente marcado para o dia 31 de agosto, foi prorrogado para possibilitar que as escolas que ainda não informaram seus dados o façam. Este ano, pela primeira vez, o Censo Escolar está sendo feito pelo sistema Educacenso, que pede informações detalhadas sobre a escola, cada um de seus alunos e de seus professores, além das turmas em que eles estão.

O preenchimento dos dados pela Internet é feito diretamente na página do Educacenso, no endereço www.educacenso.inep.gov.br. O informante de cada escola deve entrar com a senha de desbloqueio e o código da escola, que foi fornecido por correspondência ou então pela Secretaria Estadual de Educação.

Até o dia 22 de agosto, cerca de 106 mil escolas já haviam desbloqueado o sistema, mas não necessariamente concluído o lançamento das informações. A expectativa do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), órgão responsável pelo Censo, é que 168 mil escolas acessem o sistema. "Ao final de todo o processo teremos informações detalhadas sobre cerca de 210 mil escolas", enfatiza Maria Inês Pestana, diretora de Estatística da Educação Básica.

As escolas dos estados de São Paulo e do Paraná utilizam procedimento diferenciado, pois farão migração de dados de sistemas próprios de coleta. Nas escolas em que não há Internet, o preenchimento será feito em formulário em papel e a digitação dos dados no sistema poderá ser feita tanto na secretaria municipal de educação quanto na secretaria estadual ou em delegacias regionais da secretaria estadual, de acordo com a orientação da coordenação do Censo Escolar no Estado.

O Censo Escolar coleta anualmente informações sobre a educação básica, abrangendo todas as suas etapas ou níveis (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) e modalidades (ensino regular, educação especial, educação de jovens e adultos e educação profissional de nível técnico). Seus dados servem como base para programas do governo como Fundeb, Campanha Nacional do Livro Didático, Programa Nacional de Alimentação Escolar e Programa Nacional de Transporte Escolar.

Assessoria de Imprensa do Inep