Enem 25 de Setembro de 2002

Enem 2002: quase um milhão de redações já foram corrigidas

Notícias do Enem

Correção termina no dia 05 de agosto e na segunda quinzena de novembro os boletins individuais começam a ser enviados aos participantes do Exame

Termina no próximo dia 05 de outubro, o processo de correção das redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Das 1.262.000 redações produzidas pelos participantes no dia 25 de agosto, 960 mil já foram corrigidas. Apenas 4% das redações foram entregues em branco.

 Neste trabalho, estão envolvidos cerca de 700 professores que corrigem 90 mil textos por dia, em três turnos de trabalho. A diretora do Enem, Maria Inês Fini, visitou hoje (25), em São Paulo, os corretores das redações e destacou o trabalho realizado por eles. "O processo de correção da redação é um dos pontos altos do Enem", ressaltou.

O processo de correção dos textos produzidos pelos participantes do Enem começou no dia 30 de agosto com um programa de capacitação dos professores para homogeneizar os critérios de aferição das redações. Até o final do trabalho, todas as redações serão corrigidas no mínimo duas vezes. Segundo o coordenador do trabalho de correção, Reginaldo Carvalho, apenas 1% dos textos precisa de uma terceira verificação, o que mostra harmonia entre os corretores.

Cada professor contratado corrige 100 provas a cada quatro horas de trabalho o que, de acordo com os coordenadores, não é um número elevado. "Eles têm prática e há uma planilha de orientação para o procedimento de correção dos textos. Além disso, para cada grupo de 10 corretores há um supervisor que também orienta todo o trabalho", argumenta Alice Vieira, uma das responsáveis pelo trabalho.

Aos 75 anos, a professora aposentada Mussolina de Araújo Piantino é um dos 700 corretores do Enem. Ela diz que se entusiasma com o trabalho, principalmente quando encontra pela frente um bom texto. "Isso nos recupera de qualquer cansaço".

Resultados: Cada participante do Enem receberá, a partir da segunda quinzena de novembro, o Boletim Individual de Resultados. Constarão nesse boletim, duas notas: uma para a parte objetiva da prova e outra para a redação e, ainda, uma interpretação dos resultados obtidos para cada uma das cinco competências avaliadas nas duas partes da prova. Os resultados individuais são sigilosos

As escolas, que tiveram mais de 90% de seus alunos matriculados na terceira série do ensino médio presentes ao Enem, poderão solicitar um boletim com a média dos resultados de seus estudantes. Esse boletim informa também a nota média do País, possibilitando a comparação dos resultados.

Este ano, em todo Brasil, 338 instituições de ensino superior utilizarão os resultados do Enem em seus vestibulares. Do total, 44 são públicas.

Assessoria de Imprensa do Inep