Laboratório 26 de Abril de 2008

Mais de 200 municípios concorrerão ao Prêmio Inovação

Cerca de 230 municípios inscreveram suas experiências na segunda edição do Prêmio Inovação em Gestão Educacional 2008. O programa concederá um prêmio de 100 mil reais aos dez municípios com experimentos que alcançaram resultados significativos para a qualidade da educação a partir de mudanças na gestão de suas redes de ensino. A verba deverá ser investida no desenvolvimento, ampliação e avaliação das experiências premiadas.

Municípios de todo o Brasil participaram dessa primeira etapa. A região sudeste teve o maior índice de inscrições, com 92 cidades (45 só em São Paulo). No sul, 57 se inscreveram. Na região nordeste, foram 44 municípios, sendo que dez são do Maranhão. No norte, 18 preencheram o formulário de inscrição e no centro-oeste 15 municípios de candidataram ao Prêmio.

O Laboratório fará a triagem das experiências até o dia 2 de maio. Do dia 5 a 26 de maio uma Comissão Julgadora escolherá 28 experimentos inovadores com resultados e impactos na aprendizagem dos alunos para avaliação in loco, que será realizada em junho. As dez melhores experiências serão conhecidas em outubro. Para mais informações, acesse o site do Laboratório de Experiências.

Os experimentos deverão obedecer ao Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), e devem ter identificação direta com uma ou mais diretrizes estabelecidas por ele, com foco no direito de aprender de cada criança, jovem ou adulto.

O Prêmio Inovação é concedido a cada dois anos e tem como objetivo incentivar os municípios a tornarem públicas suas experiências inovadoras em Gestão Educacional que contribuam para o alcance das metas do PNE, Plano Nacional de Educação, e do Compromisso Todos pela Educação. As experiências devem pertencer a um dos seguintes grupos temáticos: Gestão Pedagógica, Gestão de Pessoas, Planejamento e Gestão (Democrática, Infra-estrutura e Financeira) e Avaliação e resultados educacionais.

Além dos experimentos premiados, todas as iniciativas aprovadas farão parte do Banco de Experiências do Laboratório, para serem divulgadas a fim de contribuir com os dirigentes educacionais na elaboração de políticas de gerenciamento de seus sistemas e elevar a qualidade da Educação Básica.

Assessoria de Imprensa do Inep