Ações internacionais 20 de Novembro de 2019

Enem é tema de encontro entre presidente do Inep e Ministério da Educação de Portugal

A operação logística e o processo de elaboração das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram apresentados, nesta quarta-feira, 20 de novembro, para integrantes da Secretaria-Geral de Educação e Ciência do Ministério da Educação de Portugal. O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, detalhou ao diretor de Serviços da Cooperação e Relações Internacionais, Carlos Caldeira, e demais representantes do órgão português como o exame é planejado e executado para mais de 5 milhões de participantes em todo o Brasil. As autoridades portuguesas se mostraram bastante interessadas na dimensão do Enem, que é um dos maiores exames nacionais a utilizar provas nominais no mundo.

Alexandre Lopes também apresentou aos parceiros portugueses o Enem Digital, que já está sendo preparado para a aplicação-piloto em 2020. “Já estamos prontos para oferecer a opção da prova digital para 50 mil participantes no ano que vem”, explicou o presidente do Inep. O Enem Digital será aplicado em 15 capitais brasileiras, no primeiro ano, e será ampliado em número de participantes, dias de aplicação e locais de provas até 2026, quando não haverá mais o Enem em papel.

Avaliações internacionais – Durante a reunião, também foi discutida a participação do Brasil e de Portugal em estudos educacionais internacionais, como o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa). Os resultados do exame, aplicado em 2018 para estudantes de mais de 80 países, incluindo 13 mil brasileiros, serão divulgados em 3 de dezembro, pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), coordenadora do estudo.

Missão Portugal – A reunião no Ministério da Educação português faz parte de uma série de compromissos cumpridos pelo presidente do Inep nesta semana, em Lisboa. A agenda incluiu a assinatura de cinco novos convênios com instituições de educação superior portuguesas que passarão a adotar as notas do Enem para ingresso de estudantes brasileiros. Com estes, o número de acordos interinstitucionais chega a 47, firmados desde 2014.

Ainda nesta semana, Alexandre Lopes participa da Conferência Internacional das Línguas Portuguesa e Espanhola (Cilpe) 2019, organizada pela Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI). O evento ocorre nos dias 21 e 22 de novembro, em Lisboa, Portugal.