Encceja 14 de Setembro de 2018

Encceja Exterior regular e para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL) tem aplicação de provas

Os brasileiros residentes no exterior que não tiveram a oportunidade de concluir seus estudos em idade apropriada e se inscreveram para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Exterior regular), fazem provas neste domingo, 16, nos seguintes países e cidades: Bélgica (Bruxelas); Espanha (Barcelona e Madri); Estados Unidos (Boston, Nova Iorque e Miami); França (Paris); Guiana Francesa (Caiena); Holanda (Roterdã); Itália (Roma); Japão (Nagóia, Hamamatsu e Tóquio); Portugal (Lisboa); Reino Unido (Londres); Suíça (Genebra); e Suriname (Paramaribo). Ao todo 1.452 participantes realizarão as provas. Haverá também aplicação do exame, no exterior, para as Pessoas Privados de Liberdade (PPL) ou que cumprem medidas socioeducativas, nas Unidades Prisionais, da Guiana Francesa (Caiena), Japão (Tóquio) e Turquia (Istambul), no período de 17 a 28 de setembro de 2018 para 29 participantes.

A aplicação do Encceja Exterior regular 2018 é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE) e com as respectivas representações diplomáticas do Brasil nos locais de aplicação. Para o Encceja no exterior, a certificação é de responsabilidade do Instituto Federal de Brasília (IFB) e do Colégio Pedro II, do Rio de Janeiro, que firmaram Acordo de Cooperação Técnica com o Inep.

Aplicação no Exterior – O exame é composto por quatro provas objetivas por nível de ensino e uma redação. Cada prova tem 30 questões de múltipla escolha por prova. No Ensino Fundamental as áreas de conhecimento avaliadas são: Ciências Naturais; Matemática; Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física e Redação; e História e Geografia. No Ensino Médio as áreas são: Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias; Linguagens e Códigos e suas Tecnologias e Redação; e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Resultados – Os participantes poderão acessar os resultados mediante consulta ao portal de divulgação de resultados do exame, utilizando o CPF e a senha cadastrada no ato da inscrição. Cabe ao Inep enviar os Certificados e as Declarações de Proficiência dos participantes ao Ministério das Relações Exteriores (MRE), que os encaminhará às Embaixadas e aos Consulados-Gerais do Brasil de cada país que teve a aplicação. O recomendado é que os inscritos que obtiverem nota suficiente à certificação retirem seus Certificados nas Embaixadas ou Consulados-Gerais do Brasil nos países onde realizaram as provas.